BIBLIOGRAFIA
 

BIBLIOGRAFIA MAIS RECENTE

(Material recebido e analisado)

DIREITO AMBIENTAL E URBANÍSTICO

MORAES, Luís Carlos Silva de. Curso de Direito Ambiental.  São Paulo: Editora Atlas, 2006.

REIS, Jair Teixeira dos.  Direito Ambiental e Urbanístico:  mais de 100 questões com comentários. Rio de Janeiro:  Editora Elsevier, 2008.

 

GESTÃO AMBIENTAL

SEIFFERT, Mari Elizabet e Bernardini. Gestão Ambiental:  instrumentos, esferas de ação e educação ambiental.  São Paulo:  Editora Atlas, 2007.

 

ÉTICA PROFISSIONAL

ALMEIDA, Guilherme Assis. Ética e direito:  uma perspectiva integrada. São Paulo: Editora Atlas, 2006.

MADEN, Diógenes.  Ética Geral e Jurídica/Coleção Roteiros Jurídicos/Coordenação José Fabio Rodrigues Maciel.  São Paulo:  Editora Saraiva, 2007.

 

DIREITO AGRÁRIO

Estatuto da Terra e Legislação Agrária

São Paulo: Editora Atlas, 2008.

MARQUES, Benedito Ferreira. Direito Agrário Brasileiro. São Paulo: Editora Atlas, 2007.

 

 

BIBLIOGRAFIA GERAL

ACESSO À INFORMAÇÃO AMBIENTAL. Governo do Estado de São Paulo. 1996.  

AGENCY, United States Environmental Protection.  Environmental Enforcement. New York, Ed. EPA, 1990. 

ALBANESE, F.¿Un nuevo derecho del hombre? Natura Europa, núm. 70, 1992.  

ALBUQUERQUE, Fabíola  Santos. Direito de propriedade e meio ambiente. Curitiba, Ed. Juruá, 1ª ed., 1999.

AMBIENTE, Conselho Nacional do Meio. Resoluções CONAMA; 1984/86. Brasília, Ed. SEMA, 1ª ed., 1988.

AMBIENTE, Conselho Nacional do Meio. Resoluções CONAMA; 1987/88. Brasília, Ed. SEMA, 1ª ed., 1988.

AMBIENTE, Conselho Nacional do Meio. Resoluções CONAMA; 1984/90. Brasília, Ed. SEMA, 1ª ed., 1991.

AMBIENTE, Conselho Nacional do Meio. Resoluções CONAMA; 1984/91. Brasília, Ed. SEMA, 1ª ed., 1992.

AMBIENTE, Conselho Nacional do Meio. Legislação Básica. Brasília, Ed. SEMA, 1ª ed., 1988.

AMBIENTE, Secretaria Especial do Meio. Legislação Básica. Brasília, Ed. Ministério do Interior, 1ª ed., 1983 – vol. 1 e 2.

AMBIENTE, Secretaria Especial do Meio. Legislação Federal sobre meio ambiente - referências. Brasília, Ed. Ministério do Interior, 1ª ed., 1986.  

ANDRADE, Vera Regina Pereira de. A ilusão da segurança jurídica - do controle da violência à violência do controle penal. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 1997. 

ANTUNES, Luis Felipe Colaço. A tutela dos interesses difusos em Direito Administrativo: para uma legislação procedimental, Coimbra: Almeidina, 1989.

ANTUNES, Paulo de Bessa, Ação civil pública, maio ambiente e terras indígenas. Rio de Janeiro, Editora Lumen Juris, 1998.  

ANTUNES, Paulo de Bessa. Curso de direito ambiental. Rio de Janeiro, Ed. RENOVAR, 2a ed., 1992.

ANTUNES, Paulo de Bessa. Jurisprudência Ambiental Brasileira. Rio de Janeiro, Editora Lumen Juris, 1996.

ANTUNES, Paulo de Bessa. Direito ambiental. Rio de Janeiro, Ed. LUMEN JURIS, 2a ed., 1998.  

ARAUJO, A. B. O meio ambiente no Brasil - alguns aspectos econômicos, Rio de Janeiro: IPEA, 1979.

ARIZA, Dervile. Ecologia Objetiva. São Paulo, Ed. Nobel, 11ª ed, 1983.

ARRUDA, Alexandre Trajano. Normas regulamentares de mineração. Brasília, Ed. DNPM, 1ª ed., 1988.

ATLÂNTICA, SOS Mata. I Preservação do meio ambiente. São Paulo, Ed. Interação, 1ª ed., 1989.  

BARDE, J.P. E GERELLI, E. Economia e política dell’ambiente, Il Mulino, 1980.

BARLOY, Jean-Jacques e MARTINS, Edílson.  Ecologia: a busca da nossa sobrevivência. Rio de Janeiro, Editions Famot, 1ª ed., 1979.  

BEDNARSKI, José Luiza. Lei nº 9.065/98: Equívocos do legislador. In: Boletim IBCCrim, nº 68, julho/1998.

BENJAMIN, Antonio Herman. Direito ambiental. São Paulo, Ed. Revista dos Tribunais, ano 4, nos. 14 e 15 de 1.999.  

BENJAMIN, Antonio Herman. Dano ambiental: prevenção, reparação e repressão. São Paulo, Ed. Revista dos Tribunais, 1.993.  

BITENCOURT, Cezar Roberto. Responsabilidade Penal da Pessoa Jurídica à Luz da Constituição Federal. In: Boletim IBCCrim, nº 65, abril/1998.

BOBBIO, Pedro Vicente. Coletânea de Legislação e Jurisprudência. São Paulo, Ed. LEX, edições de 1937 à 2000.  

BOYLE, E., ALAN and R. ANDERSON, MICHAEL. Human rights approaches to environmental protection. Claredon, 1996, Oxford.  

BORNHEIM, Gerd. O sujeito e a norma. In: ÉTICA, São Paulo: Companhia das Letras: Secretaria Municipal de Cultura, 1992.

BRASIL 92: perfil ambiental e estratégias. ABEMA. São Paulo, Governo do Estado de São Paulo, 1992.  

BRASIL. Leis. Legislação do meio ambiente, v. 1 . atos internacionais e normas federais. Brasília, 4ª ed, Senado Federal, Subsecretaria de edições técnicas, 1998.

BRASIL. Leis. Legislação do meio ambiente, v. 2 . decretos. Brasília, 4ª ed, Senado Federal, Subsecretaria de edições técnicas, 1998.

CABRAL, Bernardo. Tratados internacionais de recursos hídricos. Brasília, Ed. Fundação Biblioteca Nacional, 1ª ed., 1998.

CAIADO, Leolídio. Vale das Caraíbas. Goiânia, Ed. Lider, 1ª ed., 1995.

CAMPINAS, Universidade Estadual de.  Reserva da biosfera da Mata Atlântica. Ed. SOS Mata Atlântica. 1ª ed., 1992.  

CANOTILHO, J.J. Gomes, Direito Constitucional. 5º ed. Coimbra. Almeidina, 1991. 

CAPRA, F. A teia da vida. Cultrix, 1996, São Paulo.  

CARVALHO, Afrânio de. Águas Interiores. São Paulo, Ed. Saraiva, 1ª ed, 1986.

CARVALHO, Carlos Gomes de. Introdução ao direito ambiental. São Paulo, Ed. Letras e Letras, 2a ed., 1991.

CARVALHO, Carlos Gomes de. A natureza pede socorro. Cuiabá, Ed. Verde Pantanal, 2ª ed., 1989.

CARVALHO, Carlos Gomes de. Constituição do Estado de Mato Grosso e Leis Complementares. Cuiabá, Ed. Verdepantanal, 1ª ed., 1998.  

CARVALHO, Carlos Gomes de. Legislação Ambiental Brasileira. v. 1 e 2 São Paulo, LED Editora de Direito, 1ª ed., 1999.

CARVALHO, Mara Rúbia de Castro Ferreira. Instrumentos Legais da Política Indigenista Brasileira.  Brasília, Ed. Embaixada da Suíça, 1ª ed, 1995.  

CARVALHO, Orlando de. Relação Jurídica e Direito Subjetivos. Coimbra: [s.n.], 1981. 

CAVALCANTI, Responsabilidade Civil do Estado. Ed. atualizada por Aguiar Dias. [s.1.]: Borsoi, 1957.

CETEM, Centro de Tecnologia Mineral. Diagnóstico Preliminar dos Impactos Ambientais gerados por garimpos de ouro em Alta Floresta/MT. Rio de Janeiro, Ed. CNPQ, 1ª ed., 1992.

CETESB. Dicionário de Termos Técnicos de Saneamento Ambiental. São Paulo, Ed. ASCETESB, 1ªed., 1985.  

CERVINI, Raúl. Macrocriminalidad económica - Apuntes para una aproximación metodológica, In: Revista
 Brasileira de Ciências Criminais, número especial, 1995. 

CERNICCHIARO, Luiz Vicente. Questões Penais. Belo Horizonte: Del Rey, 1998. 

CÓDIGO DE ÁGUAS. Ministério das Minas e Energia. Brasília, 1980.

COLETÂNEA DE LEGISLAÇÃO AMBIENTAL. Secretaria Municipal do Meio Ambienta. Curitiba, 1991.  

Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, 2a. ed. Brasília: Senado Federal, Subsecretaria de Edições Técnicas, 1997.

COSTA, Maria Diana Braga. Ecologia e Meio Ambiente. Goiânia, Ed. Livraria e Editora Brasília Jurídica LTDA, 1ª ed, 1992 – vol. 1 e 2.

COSTA, Paulo José da. Direito penal ecológico. Rio de Janeiro, Ed. Forense Universitária, 1a ed., 1996.

COSTAS, Diretoria de Portos e. Regulamento para o Tráfego Marítimo. Rio de Janeiro, Ed. Imprensa Naval, 1ª ed., 1989.

DALLARI, Adilson Abreu, FIGUEIREDO, Lúcia Valle. Temas de direito urbanístico. São Paulo, Ed. Revista dos Tribunais, 1a ed., 1991.  

DEEBEIS, Toufic Daher. Elementos de direito ambiental brasileiro. São Paulo, Leud-Livraria editora universitária de direito, 1ª ed., 1999.

DENARI, Cristiane. Direito ambiental econômico. São Paulo, Ed. Max Limonad, 1a ed. 1997.  

DIAS, Aguiar. Da responsabilidade Civil. Rio de Janeiro: v. II: Forense, 1983.

DIAS, Edna Cardozo. Crimes ambientais. Belo Horizonte, Ed. Líttera, 1a ed., 1996.

DIAS, Genebaldo Freire. Educação ambiental. São Paulo, Ed. Gaia Ltda, 1ª ed., 1992. 

DORNELLES, João Ricardo. O que são direitos humanos.

ECO, Humberto. Como se faz uma tese. São Paulo, Ed. Perspectiva, 10a ed., 1993.  

ELY, Aloísio. Economia do Meio Ambiente, 4a. ed. Porto Alegre: FEE, 1990.

EUFRÁSIO, Carlos Augusto Fernandes. A Proteção Ambiental na nova ordem jurídica brasileira. Fortaleza, Ed. SEMACE, 1ª ed., 1991.

ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL – Manual de Orientação. Governo do Estado de São Paulo.  1989.

FEDERAL, Senado. Meio Ambiente – Legislação. Brasília, Ed. Senado Federal, 2ª ed., 1991.

FELDMANN, Fábio. Guia da Ecologia.São Paulo, Ed. Abril, 1ª ed, 1992.  

FERNANDES, Antonio Scarance. A nova Lei Ambiental e a Justiça Consensual. In: Boletim IBCCrim, nº 65, Abril/1998. 

FERRARI, Célson.  Curso de planejamento municipal integrado. São Paulo, Ed. Pioneira, 2a ed., 1979.  

FERRAZ, Sérgio. Direito Ecológico: perspectivas e sugestões. Ver. Proc. Geral do RGS, 1972. 

FERREIRA, Manoel Gonçalves. Direito Constitucional Econômico. [s.1.]: Saraiva, 1990. 

FREITAS, Vladimir Passos de, Gilberto Passo de. Crimes contra a natureza. [s.1.]: Ver. Tribs., 1991. 

FIORILLO, Celso Antonio. Direito Processual Ambiental Brasileiro. Belo Horizonte, Ed. Del Rey, 1ª ed. 1996.

FLORESTAS, Instituto de Terras, Cartografia e. Coletânea de Legislação Ambiental. Ed. Imprensa Oficial, 1ª ed., 1986.

FREIRE, Willian. Direito Ambiental Brasileiro.  Rio de Janeiro, Aide Editora, 1ª ed., 1998.

FREITAS, Vlademir Passos de; FREITAS, Gilberto Passos de. Crimes contra a natureza. São Paulo, Ed. Revista dos Tribunais, 4ª e 6ª ed., 1995/2000.

FREITAS, Vlademir Passos de; FREITAS, Gilberto Passos de. Direito administrativo e meio ambiente. Curitiba, Ed. Juruá, 1a ed., 1995.

FREITAS, Vlademir Passos de; FREITAS, Gilberto Passos de. Direito administrativo em evolução. Curitiba, Ed. Juruá, 1a ed., 1998.  

FUCKS, Maurício. Indeterminação entrópica na economia: a exaustão dos recursos naturais. In: Rer. Brasileira de Economia, vol. 48, nº 2 abr/jun, 1994.

GABEIRA, Fernando. Greenpeace: Verde guerrilha da paz. São Paulo, Ed. Clube do Livro, 1ª ed., 1988.  

GELMINE, Gerson Augusto. Agrotóxicos: Legislação – Receituário Agronômico. São Paulo, Ed. CATI, 1ª ed., 1990.  

GEORGESCU-ROEGEN, Nicholas. La science economique; ses problemas et ses dificultes, Paris: DUNOD, 1970. 

GIANNINI, Mássimo Severo. Ambiente: saggiio sui diversi suoi aspetti giuridici. Riv. Trim. Dir. Pubbl., 1973.

GOLDEMBERG, José. O que é energia nuclear. São Paulo, Ed. Brasiliense- Britânica, edição especial, 1985.

GOLDEMBERG, José. Energia nuclear, sim ou não?. Rio de Janeiro, Ed. José Olympio, edição especial, 1987.

GOMES, Celeste Leite dos Santos Pereira.  Crimes contra o meio ambiente. São Paulo, Ed. Oliveira Mendes, 2a  ed., 1999.

GRANZIERA, Maria Luiza Machado. Direito das águas e meio Ambiente. São Paulo, Ed. Ícone, 1a ed., 1993.  

GRINOVER, Ada Pellegrini. A tutela jurisdicional dos interesses difusos no sistema brasileiro, Série Est. Jurídicos, I.

___. Infrações ambientais de menor potencial ofensivo. In: Boletim IBCCrim, nº 68, julho/1998. 

GUERRA, Isabella Franco. Ação Civil pública e Meio Ambiente. Rio de Janeiro, Ed. Forense, 1ª ed., 1997.  

HERRERO, A. Nuevos Cauces Jurídicos para la Protección internacional del Medio Ambiente  en La Declaración Universal de los Derechos Humanos en su 50 Aniversario Tricarta,  1998, Barcelona.  

JONAS, Hans. El principio de responsabilidad - ensayo de una ética para la civilización tecnológica. Barcelona: Herder, 1995. 

JUSTE RUIZ, J. Direito Internacional do Meio Ambiente.  MacGraw-Hill, 1999, Madrid.

KHUN, Thomas. A estrutura das revoluções científicas. Tradução por Beatriz Viana Boeira de Nelson Boeira. São Paulo: Perspectiva, 1975. 

KRELL, Andreas Joachim, Algumas objeções à teoria do “risco integral, In: Revista Direito&Deveres, Maceió: Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal de Alagoas. 

KRIEGER, Maria da Graça e outros. Dicionário de Direito Ambiental. Brasília, Ed. Universidade/UFRGS/Procuradoria Geral da República, 1998.  

KSENTINI, F.Z. Proposal for a study of the problem of the environment and its relations to human rights. UN document, 1990.  

LAGO, Antonio e outros. O que é Ecologia. São Paulo, Ed. Brasiliense, 1ª ed., 1984.

IBAMA – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Cadastro Nacional das Instituições que atuam na área do meio ambiente. Brasília, Ed. SINIMA, 4ª ed., 1990.

ICV, Instituto Centro de Vida. Municipalizando a Ação Ambiental. Cuiabá, Ed. FEMA, 1ª ed., 1998.

LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do trabalho científico: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, projeto e relatório, publicações e t6rabalhos Ação científicos. São Paulo, Ed. Atlas, 4a ed., 1992.

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL. Estado do Alagoas. Secretaria de Planejamento, Coordenação e Meio Ambiente. Maceió, 1984.

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL. Governo do Estado de Goiás. Goiânia, 2ª ed., 1984.

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL do Estado de Rondônia. Programa Polonoroeste/ Minter/SUDECO. 1989.

Legislação Ambiental, Antonio Herman Benjamin, José Carlos Meloni Sicoli
Filippe Augusto Vieira de Andrade. Comprar através do Ministério Público de São Paulo 

LINHARES, Sérgio, GEWANDSZNAJDER, Fernando. Ecologia. São Paulo, Ed. Ática, 1a ed., 1986.

LINHARES, Sérgio, GEWANDSZNAJDER, Fernando. Ecologia: alternativa para o futuro. São Paulo, Ed. Paz e Terra, 1a ed., 1990.

LISBOA, Thomas de Aquino. Entre os Índios Munku. São Paulo, Ed. Loyola, 1ª ed., 1979.

LUCAS, Ângela e Derek. Em foco: água. Rio de Janeiro, Ed. Record,1ª ed., 1976.  

MACHADO, Paulo Affonso Leme. Direito ambiental brasileiro. São Paulo, MALHEIROS EDITORES, 7a ed. 1999.

MANCUSO, Rodolfo de Camargo. Ação Civil Pública. São Paulo, Ed. Revista dos Tribunais, 3. ed. Revisada, 1997.

MANCUSO, Rodolfo de Camargo. Interesses Difusos: Conceito e legitimação para agir. São Paulo, Ed. Revista dos Tribunais, 4ª. ed., 1997.

MANUAL PRÁTICO DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA DO MEIO AMBIENTE –
3ª ed.
Antonio Herman Benjamin, José Carlos Meloni Sicoli, Filippe Augusto Vieira de Andrade, Comprar através do Ministério Público de São Paulo  

MARTINS, Gilberto de Andrade. Manual para elaboração de monografias e dissertações. São Paulo, Ed. Atlas, 2a ed., 1994.

MATEO, Ramón Martin. Derecho Ambiental. Madri: IEAL, 1977.

MATOS, Humberto de Carvalho. Código de Mineração e Legislação Correlativa. Brasília, Ed. DNPM, 1ª ed., 1987.

MAZZILLI, Hugo Nigro. A defesa dos interesses difusos em juízo. São Paulo, Ed. Revista dos Tribunais, 4ª ed., 1992.  

MEIO AMBIENTE: Legislação Básica. Governo do estado do Ceará. Fortaleza,  1987.

MEIO AMBIENTE: Legislação Básica. Secretaria do Saneamento, Obras e Meio Ambiente do Estado de Pernambuco. 1988.  

MEIRELLES, Hely Lopes. Direito administrativo brasileiro. São Paulo, MALHEIROS EDITORES, 19a ed., 1994.

MEIRELLES, Hely Lopes. Mandado de Segurança, Ação Popular, Ação Civil Pública, Mandado de Injunção, Habeas Data. São Paulo, Ed. Revista dos Tribunais, 13ª ed., 1989.

MEIRELLES,  Hely Lopes. Direito de Construir. São Paulo, Ed. Malheiros Editores 6. ed.  

MELLO, Celso Bandeira de. Ato administrativo e direitos administrados. Rer. dos Tribs., 1981. 

MELLO, Oswaldo Aranha Bandeira de. Princípios de Direito Administrativo., Rio de Janeiro: Forense, 1969. 

MELLO, Celso Antônio Bandeira de. Regime dos Servidores da Administração Direta e Indireta. São Paulo, Malheiros Editores, 3ª. ed. 

MILARÉ, Édis.  Curadoria do Meio Ambiente. São Paulo, Ed. APMP, 1ª ed., 1988.

MILARÉ, Édis.  Direito do Ambiente. São Paulo, Ed. Revista dos Tribunais, 1ª ed., 2000.

MILARÉ, Édis, BENJAMIN, Antonio Herman V.. Estudo prévio de impacto ambiental. São Paulo, Ed. Revista dos Tribunais, 1a ed., 1993.  

MOLL, Luiza,  Uma ferramenta para executar políticas públicas ecológicas: Orçamento Participativo, MIMEO, 1997.

MONTEIRO, Yara Police. Roteiro para elaboração das leis orgânicas municipais. São Paulo, Ed. CEPAM, 1ª ed., 1989.

MONTORO, Antonio Franco e NOGUEIRA, Diogo Pupo. Meio ambiente e câncer. São Paulo, CNPQ, 1ª ed., 1983.

MORAES, Luís Carlos Silva. Código Florestal Comentado. São Paulo, Ed. Atlas, 2ª ed., 2.000.

MOTTA, Ronaldo Seroa da. Contabilidade ambiental. Rio de Janeiro, Ed. IPEA, 1a ed., 1995.  

MUKAI, Toshio. Aspectos jurídicos da proteção ambiental no Brasil. Revista de Direito Público, v. 73, p. 288-95, 1985. 

MUKAI, Toshio. Direito ambiental sistematizado. Rio de Janeiro, Ed. Forense Universitária, 3a ed., 1998.

NATUREZA, Fundação Brasileira para Conservação da. Legislação de Conservação da Natureza. São Paulo, Ed. CESP, 1ª ed., 1986.

NETO, Antônio Lopes. Teoria e prática da ação civil pública. São Paulo, Ed. Saraiva, 1ª ed., 1987.

NOGUEIRA, Alzira Papadimacopoulos e MEDEIROS, Heitor David. Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável. Cuiabá, Ed. EMPAER, 1ªed., 1998.

NUCLEBRÁS – Empresas Nucleares Brasileiras. Glossário de Engenharia Ambiental. Rio de Janeiro, Ed. NUCLEBRAS, 3ª ed., 1987.

OLIVEIRA, Antonio Inagê de Assis.  O Licenciamento Ambiental. São Paulo, Ed. Iglu, 1ª ed., 1999.

OLIVEIRA, Helli Alves de. Da responsabilidade do Estado por danos ambientais. Rio de Janeiro, Ed. Forense, 1ª ed., 1990.

OLIVEIRA, José Marcos Domingues de. Direito tributário e meio ambiente. Rio de Janeiro, Ed. RENOVAR, 1a ed., 1995.

PÁDUA, José Augusto e outros. Ecologia e Política no Brasil. Rio de Janeiro, Ed. Espaço e Tempo, 1ª ed., 1987.  

PEREZ,  A. (Coordinador). Derechos Humanos y Constitucionalismo ante el Tercer milenio. Monografías Jurídicas, Marcial Pons, Ediciones Jurídicas y sociales, 1996, Madrid.  

PINTO, Uile Reginaldo. Consolidação da Legislação Mineral. Brasília, Ed. DMG, 1ª ed, 1991.

PINTO, Uile Reginaldo. Como Obter Licenciamento de Minerais. Brasília, Ed. DNPM, 1ª ed, 1981.

PINTO, Waldir de Deus. Legislação Federal de Meio Ambiente. Brasília, Ed. IBAMA, 1ª ed., 1996 – vol. 1, 2 e 3.

POLÍTICA AMBIENTAL. Governo do Estado de Tocantins. 1991.  

POLÍTICA ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE. Governo do Estado de São Paulo. 1987.

POLÍTICA SETORIAL DE RECURSOS NATURAIS PARA O ESTADO DE SÃO PAULO. Governo do Estado de São Paulo. 1990.  

PRADO, Luiz Regis,  Direito Penal Ambiental: problemas fundamentais. São Paulo, Editora Revista dos Tribunais, 1992.

PROGRAMME, United Nations Environment. Principles for the Safety Assessment of Food Additives and Contaminants in Food. Geneva, Ed. World Health Organization, 1987.

PROGRAMME, United Nations Environment. Dithiocarbamate Pesticides, Ethylenethiourea, and Propylenethiourea: A General Introduction. Geneva, Ed. World Health Organization, 1988.

PROGRAMME, United Nations Environment. Principles and Methods for the Assessment of Neurotoxicity Associated with Exposure to chemicals. Geneva, Ed. World Health Organization, 1986.

REBELLO, Wanderley, BERNARDO, Christianne. Guia prático de direito ambiental. Rio de Janeiro, Ed. LUMEN JURIS, 1a ed., 1998.

RECURSOS AMBIENTAIS: Legislação Básica do Estado da Bahia. Salvador, 1982.

RENOVÁVEIS, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais. Agrotóxicos. Brasília, Ed. MINTER, 1ª ed., 1990.

RENOVÁVEIS, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais. Organização Básica. Brasília, Ed. MINTER, 1ª ed., 1989.

RENOVÁVEIS, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais. A Lei da Natureza: lei de crimes ambientais. Brasília, Ed. MINTER, 1ª ed., 1999.

RICHTER, Rui Arno. Meio Ambiente Cultural. Curitiba, Ed. Juruá, 1ª ed., 1999.

ROCHA, Lauro Lacerda. Comentários ao Código de Mineração do Brasil. Rio de Janeiro, Ed. Forense, 1ª ed., 1983.  

RUIZ J. El derecho al medio ambiente como derecho de participación. Ararteko,1999, Madrid.  

SALLES, Carlos Alberto. Execução judicial em matéria ambiental. São Paulo, Ed. Revista dos Tribunais, 1ª ed., 1998.

SAMPAIO, Francisco José Marques. Responsabilidade civil por danos ao meio ambiente. Rio de Janeiro, Ed. LUMEN JURIS, 1a ed., 1998.  

SAMPAIO, Francisco José Marques. Meio ambiente no direito brasileiro atual. Curitiba, Ed. Jurua, 1a ed., 1993.  

SANTOS, Milton. A natureza do Espaço - técnica e tempo, razão e emoção. 2a. ed. São Paulo, HUCITEC, 1997.

SANTOS, Pedro Sérgio dos. Crime ecológico da filosofia do direito. Goiânia, Ed. AB, 1a ed., 1996.

SEMINÁRIO SOBRE PROCESSOS URBANOS E MEIO AMBIENTE. Recife, SUDENE-DPG-PSU-PCSU, 1988.

SEVERINO, Antonio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. São Paulo, Cortez Editora, 20a ed., 1996.

SHECAIRA, Sérgio Salomão. A responsabilidade das Pessoas Jurídicas e os Delitos Ambientais.In: Boletim IBCCrim, nº 65, abril/1998. 

SICOLI, José Carlos Meloni. A tutela Penal do Meio Ambiente na Lei 0.605, de 13 de fevereiro de 1998. In: Boletim IBCCrim, nº 65, abril/1998. 

SILVA, Geraldo Eulálio do Nascimento. Direito Ambiental Internacional. Biblioteca Universidade Estácio de Sá - Thex Editora.

SILVA, José Afonso da. Direito ambiental constitucional. São Paulo, MALHEIROS EDITORES, 2a ed., 1995.

SILVA, José Afonso da. Direito urbanístico brasileiro. São Paulo, MALHEIROS EDITORES, 2a ed., 1995.

SIRVINSKAS, Luís Paulo.  Tutela Penal do meio ambiente. São Paulo, Ed. Saraiva, 1ª ed., 1999.

SISTEMA DE OUTORGA DE USO DA ÁGUA A NÍVEL ESTADUAL. Departamento Nacional de Águas e Energia Elétrica. Brasília, 1989.

SISTEMA ESTAUSL DE SAÚDE: Legislação Básica. Secretaria de Estado de Saúde Pública do Estado do Pará. 1986.  

SOUSA SANTOS, Boaventura. Introdução a uma ciência pós - moderna. Porto: Afrontamento, 1989.

____. Pela mão de Alice - O social e o político na pós-modernidade. 2a ed. São Paulo: Cortez, 1996.  

SUDRE,F. La protection du droit a l' environnement.Colloque d' Angers, dirigido por Jean Claude Masclet. La Documentation française, Paris, 1997.  

The World Commission on Environment and Develpment, Our Common Future, 13a. reimpressão da 1a. ed., Oxford, Oxford University Press, 1991.

THOMAS, Keith. O homem e o mundo natural. São Paulo, Ed. Companhia das Letras, 1ª ed, 1988.  

TOMMASI, Luiz Roberto, A degradação do Meio Ambiente, São Paulo: Livraria Nobel, 1976.

VARELA, Marcelo Dias e BORGES, Roxana Cardoso B.  O novo em Direito Ambiental. Belo Horizonte, Ed. Del Rey, 1ª ed., 1998.  

VERCHER, A. Derechos Humanos y Medio Ambiente, Madrid, 1998.   

WAINER, Ann Helen. Legislação Ambiental do Brasil. Rio de Janeiro, Ed. Forense, 1ª ed., 1991.  

WARAT, Luis Alberto. Dilemas sobre a história das verdades jurídicas - tópicos para refletir e discutir. Seqüência, Florianópolis, nº 2, 1982c.   

_______. Mitos e teorias na interpretação da lei. Porto Alegre. Síntese, 1982b.

_______. Saber crítico e senso comum teórico dos juristas. Florianópolis, Seqüência, UFSC, n.5, jun. 1982. 

WINFRIED, Hassemer, Três Temas de Direito Penal, Porto Alegre: ESMP, 1993.

WWF – Fundo Mundial para a Natureza. Cadastro Nacional de Instituições Ambientalistas. Curitiba, Ed. MATER NATURA, 1ª. Ed., 1992.

Mais de 100 itens bibliográficos, sem considerar as Revistas de Direito Ambiental da Editora Revista dos Tribunais e a JUDICE - Revista Jurídica de Mato Grosso da Justiça Federal